Como a nuvem

Como A Nuvem Pode Reduzir O Consumo De Energia Da Minha Empresa?

Como a nuvem pode reduzir o consumo de energia da minha empresa?

Quando se trata do orçamento empresarial, todo corte de gastos é bem-vindo, não é mesmo? Essa otimização dos recursos começa pela análise dos pontos que estão trazendo despesas excessivas. Atualmente, muitas companhias percebem que têm um alto custo com a conta de luz. Nesses casos, é comum que a liderança busque reduzir o consumo de energia da empresa.

Neste post, vamos mostrar como a adoção da nuvem pode trazer uma redução substancial no custo de energia elétrica de um negócio. Aqui, você vai descobrir mais sobre as tendências atuais, que visam alinhar sustentabilidade e lucratividade.

Quer entender melhor como a nuvem pode diminuir os custos energéticos e ainda trazer benefícios adicionais? Continue lendo este artigo!

Como a nuvem pode reduzir o consumo de energia da empresa?

Quem atua na área de TI sabe que a manutenção de um data center gera gastos consideráveis de energia. Afinal, é preciso garantir pontos, como a refrigeração e a disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana. Quando os arquivos e sistemas rodam na nuvem, os custos de energia relacionados à infraestrutura de TI praticamente zeram.

Analisando ainda mais a fundo, percebemos que a redução no consumo de energia possibilitada pela nuvem é proveniente de uma série de fatores:

  • Hospedagem múltipla: grandes ambientes de nuvem atendem a milhões de usuários simultaneamente
  • Provisionamento dinâmico: operações maiores possibilitam a melhor adequação da capacidade do servidor para a demanda
  • Utilização do servidor: provedores de nuvem realizam cargas maiores de trabalho com uma pegada menor de infraestrutura, pois aumentam a eficiência por meio do aumento da parcela de capacidade do servidor que um aplicativo utiliza
  • Eficiência de centro de dados: a inovação e melhoria contínuas permitem que os provedores de computação em nuvem aproveitem o que há de mais avançado em economia de energia, operação do centro de dados, design etc.

Existem pesquisas sobre os gastos de energia elétrica em TI?

Segundo pesquisadores do Laboratório Lawrence Berkeley, de 2000 e 2005 o gasto com energia elétrica por centros de dados aumentou 90%. Naquela época, o cloud computing ainda não estava difundido.

Depois, de 2005 a 2010, o crescimento caiu para 24%. Já de 2010 a 2014, a demanda subiu apenas 4%. O mesmo percentual é estimado para o período de 2014 a 2020. Isso porque, apesar do aumento constante das demandas por tecnologia da informação, hoje as empresas já optam pela nuvem para reduzir custos, aumentar a segurança e facilitar a operação.

Para comprovar o crescimento da nuvem, basta olhar para um outro dado: até 2005 a venda de servidores aumentava, mas depois disso começou a cair. Atualmente, a comercialização desse tipo de produto reduz 3% ao ano.

O que é a tendência de Green IT?

Green IT, ou TI Verde, é uma tendência mundial que promove a responsabilidade socioambiental no universo tecnológico. Entre suas principais preocupações estão o uso mais eficiente de energia e dos recursos, bem como a redução do impacto ambiental no descarte de materiais.

A adoção da computação em nuvem auxilia nos aspectos acima. Afinal, além de reduzir naturalmente o gasto energético, ela dispensa grande parte da produção e do descarte de peças, evitando o desperdício e a geração de poluentes. Empresas que adotam essa postura alcançam benefícios como a redução do consumo de energia e o aumento da reputação no mercado.

Portanto, além de reduzir o consumo de energia da empresa, a nuvem ajuda a posicionar a marca como uma defensora do meio ambiente. Esse movimento de conscientização gera uma série de vantagens para todo o setor de tecnologia, fazendo com que a qualidade dos serviços de cloud computing se desenvolva cada vez mais. Assim, gera-se um círculo virtuoso no qual as companhias economizam gradualmente com a conta de luz e com os investimentos em infraestrutura.

Este conteúdo foi útil para você? Quer receber novos artigos diretamente na sua caixa de entrada? Então, cadastre seu e-mail na nossa newsletter!

Comente esse artigo

Deixe seu comentário para sabermos o que você achou desse assunto.

Deixe um comentário

Autores

Equipe de Redação

IT Trends and industry-relevant novelties

Artigos relacionados

  • 22 outubro 2020
  • Equipe de Redação
  • Nuvem Gerenciada
  • Nuvem, Estratégia em nuvem, ROI, investimento

A nuvem deve fazer parte do cotidiano de sua empresas

O mercado de nuvem na América Latina vale quase 4 bilhões de dólares segundo estudo do IDC. Se a nuvem já é realidade para grande maioria dos negócios, então qual é o próximo passo para a transformação digital?

  • 05 outubro 2020
  • Vinicius Batista da Silva
  • Nuvem Gerenciada
  • Nuvem, Estratégia em nuvem, Chatbot

O uso da nuvem para ampliar estratégias de atendimento digital

O atendimento digital é uma tendência quase inescapável para qualquer organização. Aprenda agora mesmo como a nuvem ajuda você a implementá-lo na sua empresa!

Conheça os principais entregáveis em um plano de migração na nuvem

Quer obter o máximo da tecnologia de nuvem? desenvolver um bom plano de migração para a nuvem é um passo essencial. Para ajudar você, preparamos este post